No qual Orfeu fica alegre por Aristeu ter revivido, que, por sua vez, nem mesmo se deu conta do que aconteceu.