Atenas Cyberpunk

Atenas é uma típica cidade . Ela possui uma incrível extensão territorial, mas isso não impede que ela seja superpopulosa. Isso obviamente faz com que Atenas seja uma cidade com grandes problemas de transporte, habitação e poluição.

Atenas é uma república democrática. Ou pelo menos na teoria. Pouco a pouco o Estado está perdendo forças para as megacorporações. Muitos dos serviços públicos estão privatizados, e os que ainda não estão, já foram iniciado os processos de privatização deles. Os sistemas públicos estão cada vez mais sucateados, fazendo com que o acesso à saúde, educação, saneamento, segurança e outros bens vitais sejam apenas para aqueles que possam pagar por eles.

As corporações tendem a garantir todos os benefícios aos seus funcionários. O exemplo disso é a construção por parte das corporações mais ricas de arqui-sedes, que são gigantescos arranha-céus, também chamados de habitates corporativos, nos quais escritórios, residências, escolas, lojas e até mesmo parques estão integrados sob um único teto. São verdadeiras “cidades” existindo dentro da cidade de Atenas.

Para aqueles que pertencem ao mundo corporativo, as megacorporações são “senhores feudais” que os protegem dos “bárbaros incivilizados” de fora. Já para aqueles que estão “trancados” do lado de fora, as corporações são tiranos que esmagam tudo que vêem pela frente a serviço unicamente do capital.

Onde o poder do Estado não chega, alguém certamente ocupa o seu lugar. E para aqueles lugares de Atenas onde seus habitantes vivem a margem do sistema, o poder do Estado é exercido por gangues, traficantes, ou grupos de guerrilhas. Poder esse que é exercido através da intimidação e agressão. Isso faz com que a cidade seja palco de freqüentes conflitos sociais. Ataques terroristas são extremamente freqüentes, sejam eles físicos, ou apenas psicológicos.

O Estado não faz muito em relação a essa situação de violência e caos urbano que se alastra cada vez mais. Até mesmo porque a polícia, que também está sendo sucateada, possui uma infraestrutura desestabilizada para enfrentar o arsenal que está nas mãos das gangues e do crime organizado. Isso faz com que ocorram freqüentes greves por parte dos policiais. Já as megacorporações costumam manter grupos paramilitares bem equipados para protegerem seus interesses. Muito policias inclusive, abandonam seus empregos sofríveis, com baixos salários, onde nunca se sabe como será o dia de amanhã, por um emprego como segurança nas corporações, onde eles podem contar com bons salários e uma vida estabilizada para eles e suas famílias, mesmo que a custa de certas liberdades e direitos civis.

O que se pode perceber, é que Atenas é na verdade uma cidade desigual, que um dia já foi conhecida em toda Hélade como a polis das artes e ciências, mas que agora está em um declínio cultural e social que se agrava a cada dia.